Quero, em breves palavras, fazer algumas considerações: Inicialmente, dizer que o GAAPAC, foi um marco na minha vida. Sinto-me muito honrada e gratificada de pertencer a este grupo. Caminhei com ele desde o seu início; participei de todos os sucessos e de todas as dificuldades para chegar até onde nós chegamos, e com ele aprendi muito. O GAAPAC foi o grande complemento na minha vida profissional e pessoal. Cheguei a um lugar, jamais pensado ou desejado por mim – a Presidência deste grupo, e por duas gestões. Esta última quero frisar aqui, com muitas restrições minhas e através de muitos acordos entre mim e a diretoria, por conta de minhas dificuldades. Foi acordado que minha presença física seria mínima, outro acordo foi que eu só poderia fazer reuniões à noite; também que eu não poderia priorizar o GAAPAC em detrimento de uma cirurgia ou um atendimento em consultório. Antes de qualquer paciente chegar aqui no GAAPAC, ela passa primeiro pelo médico. É no consultório que ela recebe o diagnóstico e todo o esclarecimento de seu tratamento. Todos vocês aqui, pacientes, devem lembrar o quanto esse momento é difícil e vital para tudo o que vem depois. Isto demanda tempo, paciência e dedicação do médico. Nem sempre as metas a que me propus no GAAPAC, consegui cumprir a contento. Sei que em muitos momentos estive ausente e isto me fez muito mal, confesso. Eu me cobro muito dos papéis que assumo em minha vida e antes que alguém me cobre, eu já me cobrei. Emocionalmente, pra mim foi desgastante. Mas, apesar de todas as minhas falhas, cheguei ao final meu mandato, e com a consciência tranqüila que se estive ausente aqui, foi por algo maior, tenham certeza disto. Deixo o GAAPAC, após seis anos de gestão, sem nenhum problema, de qualquer ordem, ao longo deste percurso. O relatório aqui apresentado é a comprovação disto que estou dizendo. Todas as realizações até agora, primaram pela honestidade, respeito e muita vontade de acertar, conduta pela qual esta diretoria sempre se posicionou. O GAAPAC nunca foi pra mim, nem pra nenhum membro desta diretoria, um trampolim para promoção pessoal, ou qualquer outra atividade antiética. Este grupo é para mim, algo sagrado que merece o máximo de respeito e consideração. E é com esses sentimentos, que quero hoje me despedir assegurando que, independente de vínculos administrativos, estarei sempre à disposição, se em algum momento for solicitada. Quero agradecer a todos os componentes da diretoria que tanto me ajudaram e me substituíram quando necessário, na condução desta gestão. Sem vocês, seria pra mim impossível chegar ao fim deste mandato. Não vou citar nomes para não cometer injustiças. Finalmente, meu agradecimento especial a todas as pacientes que compõem este grupo, razão maior da sua existência. É pra vocês, que o GAAPAC existe. Concluindo, quero desejar á nova Diretoria, muito sucesso e muitas realizações. Que o GAAPAC possa crescer cada vez mais, sem nunca se afastar de sua proposta maior. Que o nosso Incomparável Terapeuta – Jesus Cristo – ilumine a todos vocês. Está empossada a Nova Diretoria. Obrigada, Iara Lira.